Menu
Filiada à:
Menu

SBGG endossa recomendações elaboradas por membros da Câmara Técnica de Geriatria do Conselho Federal de Medicina.

Pessoas idosas são mais frágeis diante da COVID-19. Esta mensagem, que foi repetida desde o começo da epidemia, é uma realidade estatística destacada principalmente pela Organização Mundial da Saúde.

A COVID-19 apresenta maior risco de agravamento em pacientes idosos que ocupam a grande maioria dos óbitos e apresentam-se como altamente suscetíveis ao SARS-CoV-2.

Preocupados com as graves repercussões da pandemia sobre os idosos brasileiros, membros da Câmara Técnica de Geriatria do Conselho Federal de Medicina, com o apoio de membros da Câmara Técnica de Cuidados Paliativos, emitiram as seguintes recomendações no intuito de contemplar a complexidade da atenção multidisciplinar exigida por tal população no momento atual.

Veja na íntegra!