Se esse é seu primeiro acesso, clique aqui. Esqueci minha senha

SarcDay: sarcopenia e seus desfechos na hospitalização geriátrica

27/04/2019

A sarcopenia é uma das principais síndromes geriátricas, com prevalência extremamente relevante e associada a importantes desfechos negativos. Sua identificação se faz ainda mais necessária no âmbito hospitalar: pacientes com risco de sarcopenia no momento de internação exigem cuidados especiais para que a imobilização e a baixa ingestão proteica, comuns nesse cenário, não piorem um quadro patológico pré-existente.

Dado que o diagnóstico “formal” da sarcopenia não é tarefa fácil, exigindo métodos caros ou frequentemente indisponíveis na realidade brasileira, as ferramentas de rastreio podem ser de grande ajuda para direcionar esforços a indivíduos sob risco aumentado. Uma dessas ferramentas é de origem nacional – o escore SARC-CalF. Através de cinco perguntas objetivas e uma medida antropométrica, o instrumento tem mostrado resultados bem favoráveis no rastreio da sarcopenia ao redor do mundo. Sem gastos e em poucos minutos. Simples assim.

Com isso em mente, um grupo de pesquisadores brasileiros desenvolveu uma iniciativa inédita: o SarcDay, um dia em que todos os idosos hospitalizados nas últimas 72 horas serão avaliados para seu risco de sarcopenia. Trata-se de um estudo multicêntrico observacional que tem como objetivos estimar a prevalência de indivíduos sob risco aumentado para sarcopenia recentemente hospitalizados em instituições brasileiras, além de comparar a prevalência da sarcopenia entre as diferentes regiões do país. Além disso, o SarcDa avaliar fatores associados ao risco aumentado da sarcopenia e o impacto de sua presença sob a evolução desses pacientes.

A avaliação é feita em dois momentos. O primeiro será no “SarcDay”, que acontecerá anualmente na 5ª feira da Semana do Idoso, previsto para o dia 3 de outubro. Nesse dia, os hospitais participantes fazerão a aplicação do SARC-CalF e a coleta de dados clínicos e sociodemográficos (via prontuário) de pacientes de 60 anos ou mais que tenham sido internados na instituição nas 72h prévias ao evento. O segundo momento será feito 30 dias depois e consiste na coleta de dados de prontuário dos pacientes participantes relacionados ao desfecho clínico de sua hospitalização.

A primeira edição do SarcDay ocorreu em 2018, coordenada pelos pesquisadores Maria Cristina Gonzalez, Thiago Gonzalez Barbosa Silva, Silvana Paiva Orlandi e Letícia Fuganti Campos. Considerada uma “versão-piloto”, contou com a participação de 12 instituições brasileiras, distribuídas em cinco estados. O evento é anual e o período de cadastramento das instituições interessadas está aberto. Por se tratar de projeto multicêntrico, certa antecedência é necessária para que todos os passos formais de cadastro e aprovação por comitê de ética sejam cumpridos. Assim, interessados em participar, ou mesmo obter mais informações, podem entrar em contato através do e-mail sarcday@outlook.com o mais breve possível, para passarmos todas as informações necessárias para submissão dos Comitês de Ética locais.

iTarget

iTarget