Menu
Filiada à:
Menu

Revista científica da SBGG passa a ser indexada no portal Periódicos Capes

Revista científica da SBGG passa a ser indexada
no portal Periódicos Capes

 

Biblioteca virtual do Ministério da Educação disponibiliza para instituições de ensino
superior o melhor da produção acadêmica nacional e internacional

 

 

A Revista GGA (Geriatrics, Gerontology and Aging), o periódico científico oficial da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), conquistou, em janeiro, a indexação no portal Periódicos Capes, do Ministério da Educação (MEC). Com isso, a Revista passa a fazer parte do melhor da produção científica nacional e internacional disponibilizada para instituições de ensino e pesquisa no Brasil.

 

“No caminho para a excelência, a GGA vem conquistando reconhecimento nacional e internacional. O reflexo desse crescimento é percebido pelo aumento no número de submissões de autores internacionais e o crescimento progressivo na indexação em diretórios e bases de dados de maior prestígio”, afirma o Dr. Roberto A. Lourenço, atual editor-chefe da Revista.

 

“A indexação no Periódicos Capes foi uma conquista que muito nos orgulhou”, disse o Dr. Patrick Alexander Wachholz, editor executivo da Revista, indicado para tratar das questões referentes aos processos de indexação. Na prática, o portal facilita o levantamento de literatura para pesquisadores e estudantes. Seu acervo online conta com mais de 38 mil periódicos do Brasil e do exterior, além de livros, enciclopédias, obras de referência, normas técnicas e conteúdo audiovisual.

 

Segundo o médico geriatra, a GGA também está indexada em diretórios e bases de dados importantes no cenário internacional, como a LILACS, SAFETYLIT, LATINDEX, SUMÁRIOS.ORG e o Google Scholar, que contabilizou mais de 85 citações de artigos da Revista em 2019.

 

Para Wachholz, a conquista faz parte das estratégias de internacionalização da GGA. “Estamos recebendo submissões de artigos da Europa, Estados Unidos, América Latina e Ásia. Aumentamos o número de revisores externos internacionais no último ano e, em 2020, e pretendemos convidar editores consultores e editores associados com afiliação internacional, com objetivo de adequar a revista aos padrões exigidos por bases de indexação como DOAJ, Scopus, Scielo e Emerging Sources Citation Index”, diz ele, que complementa: “esse é o primeiro passo para chegarmos à indexação na Embase e MEDLINE”.

 

Submissão de artigos na GGA – A Revista GGA circula desde 2007 e tem acesso aberto, livre e gratuito. Não são cobradas taxas para submissão ou publicação. Os artigos em língua portuguesa também são traduzidos, sem custos, para o inglês.

 

Wachholz explica que, em 2019, o tempo médio entre a submissão e a primeira decisão editorial foi de aproximadamente 30 dias. “A revista é trimestral, mas a publicação dos artigos aceitos é contínua, ou seja, assim que diagramados e aprovados pelo autor, já é atribuído o DOI [padrão de identificação internacional para documentos em redes de computadores]”.

 

Além disso, os artigos são disponibilizados na modalidade ahead of print, antes de serem publicados em um volume. “O primeiro fascículo do volume 14 (2020) já está com a pauta de artigos aceitos prontos, com dois artigos já publicados e pelo menos outros seis em diagramação e tradução”, diz o membro do corpo editorial.

 

Novidades em 2020 – Wachholz conta que, em 2020, o layout e apresentação do site da GGA serão reformulados, de modo a incluir dados importantes e necessários para dar seguimento ao processo de indexação em novas bases. “A publicação de artigos por associados da SBGG e demais profissionais interessados em envelhecimento e no cuidado ao idoso se faz fundamental para aumentarmos a visibilidade da revista e continuarmos avançando em prol da divulgação de estudos relevantes para a Geriatria e a Gerontologia”, conclui.

 

Saiba mais sobre a GGA e as normas para submissão, acessando ggaging.com.