Se esse é seu primeiro acesso, clique aqui. Esqueci minha senha

Você pode me ouvir, Doutor?

Da mesma forma que o amor tem a força de rejuvenescer e transformar o cotidiano num mágico cenário, a doença, ou a suspeita dela, tem o efeito de tirar o chão, transformando as alegrias em medo e insegurança. Nesse momento, é preciso acreditar na força da vida que parece esvair-se de repente. É quando o médico – com seu mítico poder de cura – passa a ter fundamental papel em nossas vidas. O Doutor de branco passa a ocupar um lugar mitológico, mágico, nunca antes perdido, mesmo ante um mundo altamente tecnológico que mantém todos distantes. Cadeiras afastadas, num mundo cercado pela pressa e ausência de relações pessoais quase não há mais tempo para o convívio humano, menos ainda para o tão importante e mítico convívio entre o médico e o paciente. O acolhimento, o humanismo, o cuidado com o outro que sofre parecem coisas ultrapassadas. “Você pode me ouvir, Doutor?” é uma obra sensível, amorosa, que pretende lembrar ao médico, mediante cartas de outros profissionais, que a capacidade de curar começa com a capacidade de ouvir. Rubem Alves diz que a gente ama quem ouve bonito e que todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir. Esta obra é um convite delicado, amoroso para profissionais da saúde, escrito por outros profissionais que viveram a experiência de que a cura começa na capacidade de ouvir e na disponibilidade interior de ser o intérprete das necessidades de quem está numa cadeira à sua frente. Esta obra propõe que se aproximem as cadeiras.

Editora: Saberes Editora
ISBN-10: 8562844063
ISBN-13:
Formato: Médio
Acabamento: Brochura
Idioma: Português
Origem: Nacional
Edição: 1
Número de páginas: 333
Lançamento: 26/10/2010

iTarget

iTarget