Se esse é seu primeiro acesso, clique aqui. Esqueci minha senha

Politica Nacional do Idoso, velhas e novas questões – novo livro lançado pelo IPEA marca 20 anos da PNI

25/10/2016

Capa_PNI 20 anosO Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) lançou no dia 21 de outubro o livro “Política Nacional do Idoso: velhas e novas questões”. Para acessar o material, clique aqui e faça o download*

A publicação, que marca os 20 anos da Política Nacional do Idoso (PNI), faz uma avaliação do seu histórico, implementação, novas questões e perspectivas, trazendo dados sobre arranjos familiares, mortalidade, violência, instituições de longa permanência (ILPIs), educação, turismo, acesso à justiça, habilitação, urbanismo, além de mercado de trabalho e previdência.

O livro foi organizado por Ana Amélia Camarano, técnica de planejamento e pesquisa do Ipea, Alexandre de Oliveira Alcântara, promotor de Justiça do Ceará e membro da SBGG, e pela médica Karla Cristina Giacomin, representante da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) no Distrito Federal.

A obra foi apresentada durante o seminário Política Nacional do Idoso: velhas e novas questões, no auditório do Instituto Chico, em Brasília-DF. O evento foi realizado pela Defensoria Pública do Distrito Federal.

De acordo com Alcântara, o projeto do livro teve início em 2014, exatamente quando a PNI completava duas décadas. Para o promotor e também médico geriatra, ainda há uma distância daquilo que é proposto na PNI, ou mesmo no Estatuto do Idoso – datado de 2003, para a realidade praticada. Ao final o livro traz aspectos propositivos no sentido de reverter o quadro praticado frente ao envelhecimento. “Reunimos autores de diferentes vertentes ligadas à velhice pra que pudéssemos apresentar ao poder público, sociedade civil e famílias o que pode ser feito para que alcancemos um envelhecimento socialmente digno”, avalia Alcântara.

O livro é tanto para profissionais, quanto para a população em geral! A ideia é que o conteúdo apresentado possa contribuir para empoderar sociedade civil e famílias de conhecimento sobre a velhice e o que é preciso para que tenhamos um envelhecimento digno de ser vivido!

Confira também: reportagem publicada pelo jornal O GLOBO sobre o levantamento publicado na obra

Aguardem: em breve entrevista com Ana Amélia Camarano

* É permitida a reprodução deste livro e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas. (vide página 4 – do livro)

Com informações Ascom SBGG e portal IPEA. 

iTarget

iTarget