Se esse é seu primeiro acesso, clique aqui. Esqueci minha senha

II Fórum de Geriatria discute temas importantes à especialidade e tem como foco a atenção redobrada ao paciente

10/11/2017

Importante evento que trouxe discussões que fortalecem ainda mais a especialidade, o II Fórum de Geriatria do Conselho Federal de Medicina (CFM), que aconteceu no último dia 9 na sede do CFM em Brasília, trouxe à tona temas de grande relevância ao médico geriatra e reuniu especialistas renomados.

Participando da abertura e encerramento, o presidente da SBGG, José Elias Soares Pinheiro, chamou atenção para a importância dos assuntos discutidos e para a responsabilidade que a SBGG tem como uma entidade de divulgação científica e de conscientização da população acerca das discussões pertinentes aos idosos.

Entre os temas de maior destaque, a evolução da relação entre médico e paciente foi bastante debatida. Segundo os palestrantes, o modelo paternalista, em que o médico se coloca de forma impositiva, já não vigora mais. Atualmente, se propõe uma decisão compartilhada, em que o médico oferece a informação sobre o diagnóstico, tratamentos possíveis e desfechos mais prováveis de cada um deles ao paciente para que, em conjunto, eles possam decidir sobre o plano terapêutico que melhor contempla as vontades de cada paciente.

Uma das apresentações foi sobre o Choosing Wisely, uma campanha que, como sugere o próprio nome, quer disseminar a ideia de que médicos precisam escolher sabiamente e priorizar a constante avaliação do que é realmente necessário ao tratar um paciente. “A ideia do Choosing Wisely é otimizar as decisões clínicas tomadas no dia-a-dia e evitar que os pacientes sejam submetidos a procedimentos ou exames desnecessários. Existe um interesse da SBGG em estabelecer uma parceria com essa iniciativa e, quem sabe, lançar algumas recomendações”, comenta o presidente.

A apresentação de Daniel Azevedo, secretário geral da SBGG, foi marcada pelo lançamento da 2ª edição do Guia de Uso da Via Subcutânea em Geriatria e Cuidados Paliativos, mesmo tema da palestra. “É importante frisar que a edição lançada tem a chancela do CFM. Além de apoiar nosso trabalho, o Conselho também participará da divulgação, o que é, com certeza, uma vitória”, celebra Daniel.

Já a mesa-redonda sobre telemonitoramento do idoso não hospitalizado apresentou as perspectivas existentes diante desse importante recurso para acompanhamento remoto de pacientes idosos, diminuindo o contato com o ambiente hospitalar e até mesmo os custos com a estrutura necessária para esse indivíduo.

O fórum criou debates pertinentes sobre mudanças de paradigmas e instrumentos importantes para o exercício da geriatria. “O evento foi essencial para levantarmos discussões de grande importância, até mesmo sobre a formação médica no País e a necessidade de ampliar a especialidade”, afirma José Elias.

iTarget

iTarget